Rafic Farah

Desenvolveu-se no desenho, na síntese da forma e do conceito. De traços finos e pensamentos inovantes, projeta soluções urbanas de impacto positivo, assim como promove a cultura e a educação através da Escola da Cidade, onde é co-fundador e mais recentemente, ligado a Escola, a Escola Fábrica de ensino técnico de ofícios, voltada para alunos de baixa renda.

O caráter engenhoso de suas peças não é acidental; Rafic pesquisa a natureza de novos materiais e a tecnologia aplicada em obras, objetos e produtos, onde frequentemente formas abstratas arredondadas parecem ter vida própria.

Se inventou considerando seus meus primeiros trabalhos. Encontramos nele algo sempre semelhante, seja velejando no Tietê para uma tentativa de mapeamento fluvial de São Paulo, enquanto ainda cursava a faculdade de arquitetura e urbanismo, seja substituindo vigas estruturais por pedras em novas construções, concebendo o museu do lixo, estudando a engenharia naval para aplicar em seus objetos, dando uma palestra onde invariavelmente fala sobre a natureza humana, criando um nome ou desenhando uma logo de revista.

Rafic Farah é um poeta das imagens. Celebra 40 anos de carreira, consagrados em diferentes domínios da expressão visual ? arquiteto e urbanista, designer de objetos, fotógrafo, ilustrador, designer gráfico, cenografista e diretor de arte.