Arte: Uma invenção humana - Módulo 3

R$ 480,00

Marcus Lontra

Módulo  3- Arte: história, invenção e pesquisa 

Objetivo do curso:
No mundo contemporâneo o trabalho mecânico distancia-se  cada vez mais das ações humanas.
A criatividade, o conhecimento dialético das tecnologias, o domínio dos sistemas de informação aliados à pesquisa e à inovação aproximam arte e ciência, adequando-os às expectativas do mundo e do mercado de trabalho. Arte é uma invenção humana, capacidade intrínseca da espécie de criar e transformar objetos materiais, impregnando-os de novos conceitos e permitindo a criação de artefatos inovadores, geradores de cultura e conhecimento. A apropriação de ferramentas artísticas colabora efetivamente para a formação de profissionais capacitados em qualquer área de atuação e o conhecimento da história da arte tem por objetivo identificar, ao longo do tempo, ações e processos de descoberta e transformação da realidade. Experimentar conceitos e práticas artísticas permite ao ser humano sintetizar conceitos e produções através da reunião de objetos e materiais supostamente distintos ou antagônicos.
O mundo contemporâneo, na sua quarta revolução industrial, invade as esferas virtuais através da cibernética que origina as grandes redes de comunicação globais. O conhecimento e a aplicação de conceitos artísticos é a principal ferramenta que permite ao homem agir como sujeito diante dessa parafernália tecnológica e multissensorial que nos rodeia, evitando que nos tornemos meros repassadores alienados de detritos digitais. Assim, a arte se afirma como um instrumento essencial de pesquisa e conhecimento invadindo campos variados da cultura humana e atuando, conforme nos ensina a história, como agente fundamental de conhecimento e transformação do mundo.

Público:
Estudantes, profissionais da área de artes design, arquitetura, publicidade, história e conhecimentos gerais.

Carga horária: 12 horas
 
Datas e horários: 

Em Breve

vagas limitadas.


Descrição do curso:
Este evento é um alargamento das conversas que Marcus Lontra vem lançando aos ventos digitais durante o isolamento social forçado pela Pandemia do Covid-19. Há um mês o #Conversas De Quarentena vem sendo uma oportunidade para trocar reflexões, causos, angustias e esperança, tendo a arte como fio condutor ou divagador.
Ao longo dos encontros a proposta é conversar #Ao Vivo e de maneira mais aprofundada sobre aspectos da atividade artística através de reflexões sobre a criatividade, a invenção e a pesquisa utilizando-se de elementos de nossa história, em especial os que se referem à modernidade e à arte contemporânea.
Nestes encontros vamos buscar olhar para a atividade artística como elemento diferenciador da espécie humana e suas implicações em nossa vida cotidiana, em especial nas suas confluências com os diversos campos do conhecimento humano, em especial aqueles que se referem à ciência, à tecnologia, à psicologia e a pedagogia.

Aulas: 
1- A experimentação artística
O fenômeno da criação.
Arte, artesanato e educação.
O ser humano e a invenção.
A experimentação artística como ferramenta essencial de conhecimento do mundo.
A análise de conceitos fundamentais da arte como fenômeno, sua força expressiva e transformadora e a sua ação no mundo atual.
 
2- As bases do modernismo
O século XIX, a alegoria e a revolução impressionista. O mundo construído pela 2ª revolução industrial e os novos desafios da arte.
A revolução cubista.
A abstração.
As vanguardas históricas. Bauhaus.
A experiência brasileira.
 
3- As bases do modernismo
O novo modernismo.
Os movimentos construtivos.
A relação com o surrealismo e o dadaismo.
O Brasil. Brasília.
Os movimentos experimentais dos anos 70.
A arte cinética.
O surgimento da arte pop.
A sociedade de consumo e os mas media.
A relação com o surrealismo e o dadaismo.
O Brasil. Brasília.
Os movimentos experimentais dos anos 70.
 
4- Os desafios da contemporaneidade.
Os anos 80.
A ampliação dos conceitos políticos tradicionais.
A arte diante do desafio da sociedade pós industrial
A velocidade tecnológica.
A "modernidade liquida".
Novos conceitos.
A heterodoxia conceitual diante da utopia.
A ruína.
A cibernética.
A diversidade das ações artísticas.
 
5- A Arte e o sistema da Arte
O artista diante das ações coletivas.
Novos conceitos de museologia e arquivamento de imagens.
O papel da crítica e os novos desafios das ações curatoriais.
Museus e centros culturais adequados às expectativas da sociedade contemporânea.
O mercado de arte, feiras, bienais e festivais.
Salões e premiações.
O colecionismo.
 
 
6- Projeções para a arte diante dos novos desafios do mundo pós pandemia.
Ações pedagógicas como ferramentas essenciais de formação de cidadania.
Pesquisa, criatividade e inovação unindo ciência, tecnologia e cultura.
As novas fronteiras do conhecimento.
Espaço aberto para discussões sobre os assuntos abordados no curso.
 
 
Sobre o autor:
 
Marcus de Lontra Costa é crítico de arte e curador independente. Foi editor da revista Módulo, diretor da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, crítico de arte dos periódicos O Globo, Tribuna da Imprensa e Isto É e assessor do Ministério da Cultura. Dirigiu os Museus de Arte Moderna de Brasília, do Rio de Janeiro e de Recife e foi secretário de Cultura da cidade de Nova Iguaçu (RJ). Em cerca de 30 anos de atividade como curador, destaca-se sua atuação em diversas mostras e exposições, atuando nas últimas três edições como curador do Prêmio Indústria Nacional Marcantonio Vilaça.


Este curso é online, portanto é necessário ter acesso à internet.
As aulas irão acontecer ao vivo pela plataforma zoom.

 

Módulo 1
Denise Mattar

Arte: Uma invenção humana
“No tempo dos Modernistas”

Módulo 2
Daniela Bousso

Arte: Uma invenção humana
Vertentes da produção artística dos anos 2000 à atualidade

Módulo 3
Marcus Lontra

Arte: Uma invenção Humana
História, invenção e pesquisa